OS TRABALHOS SERÃO PUBLICADOS NOS ANAIS DO EVENTO COM ISSN
E NÃO APRESENTADOS NO EVENTO.

Normas para submissão do trabalho

O trabalho será submetido em formato WORD e não serão feitas correções após o envio.

Portanto, solicitamos o máximo cuidado e atenção na elaboração do texto, tabelas e figuras, pois mesmo pequenas falhas poderão inviabilizar a aceitação do trabalho. Recomendamos aos autores que revisem a tradução do texto do Abstract em inglês com pessoas qualificadas. O trabalho deverá ser digitado em editor Word do formulário específico (modelo), que deve ser “baixado” no campo Normas para Trabalhos da página do SIMBRAS.

Após a elaboração do resumo expandido, o mesmo deverá ser enviado por email xsimposiomeioambiente@gmail.com se aceito, durante o evento.

ATENÇÃO! Os Resumos Expandidos que excedam, ou não tenham 4 (QUATRO) páginas, automaticamente serão reprovados.

Será aceito apenas 01 trabalho como autor principal ou por congressista inscrito, e até 05 (cinco) coautores por trabalho. Não haverá limites de trabalhos a serem publicados para coautores.O autor que submeter os trabalhos deverá estar com a inscrição do evento paga até a data limite de envio, e somente após o pagamento da inscrição é que a submissão estará concretizada. Será emitido apenas 01 (um) certificado por trabalho apresentado, com o nome de todos os autores.

Somente serão aceitos trabalhos originais, portanto, resumos já publicados em outros meios de comunicação não deverão ser encaminhados. Os autores autorizam o evento a utilizar o resumo com finalidade de divulgação âmbito nacional, internacional e em todos os meios de comunicação que desejar, não cabendo qualquer direito autoral.
O prazo para envio dos trabalhos é DIA 20 de setembro de 2017.

IMPORTANTE: CADA TRABALHO ENVIADO DEVERÁ TER UM DOS AUTORES INSCRITOS NO SIMPÓSIO.


1. Instruções gerais:

1.1. Escopo – Serão aceitos resumos nas áreas relacionadas ao Meio Ambiente:

1.2. Originalidade – Resumos já publicados em outros meios de comunicação sejam expandidos ou não, não deverão ser encaminhados.

1.3. Arquivo word – Os resumos expandidos em arquivo word deverão conter, 4 (quatro) páginas, incluindo tabelas e figuras. O tamanho máximo do arquivo será 500 KB. Portanto, atenção na elaboração de tabelas e figuras usando programas e/ou procedimentos que produzam arquivos com capacidade superior ao limite estipulado.

1.4. Idioma – O idioma oficial dos Anais do VIII SIMPÓSIO DE MEIO AMBIENTE é o português.

Porém cada trabalho deverá conter título, resumo e palavras – chave (Title, Abstract e Keywords) em inglês.

1.5. Convenções, unidades, símbolos, abreviaturas e siglas:

Padronizar os resumos com códigos de nomenclatura aceitos internacionalmente. Palavras estrangeiras, sem equivalentes em português, deverão vir em itálico, assim como nomes científicos.

Usar o Sistema Internacional de Unidades (SIU) e suas abreviaturas consistentemente. Se não for possível usar o SIU, seu equivalente deve ser também incluído.

Evitar o uso de pontos em siglas (EUA e não E.U.A.).

Deve-se evitar o uso de abreviações não consagradas e de acrônimos, como por exemplo: “o T3 foi maior que o T4, que não diferiu do T5 e do T6″. Este tipo de redação é muito cômodo para o autor, mas é de difícil compreensão para o leitor.

• Usar 36% e não 36 % (sem espaço entre o no e %);

• Usar 88 kg e não 88Kg (com espaço entre o no e kg, que deve vir em minúsculo);

• Usar 136,22 e não 136.22 (usar vírgula, e não ponto);

• Usar 42 mL e não 42 ml (litro deve vir em L maiúsculo, conforme padronização internacional);

• Usar 25oC e não 25 oC (sem espaço entre o no e oC);

• Usar (P<0,05) e não (P < 0,05) (sem espaço antes e depois do <);

• Usar 521,79 ± 217,58 e não 521,79±217,58 (com espaço antes e depois do ±);

• Usar r = 0,95 e não r =0,95 (com espaço antes e depois do =);

• Usar asterisco nas tabelas apenas para probabilidade de P: (*P<0,05; **P<0,01; ***P<0,001).1.6. Tabelas e Figuras – Poderão ser incluídos até três elementos gráficos (figuras e/ou tabelas) e inseri-los seqüencialmente no texto.

1.6.1. Figuras – Deverão ser incluídas somente quando essenciais à elucidação do texto. Devem ser numeradas, seqüencialmente, fazendo-se a sua devida referência no texto.

a) A edição das figuras deverá ser monocromática. Dessa forma, a distinção entre tratamentos, estruturas, espécies, etc nas figuras só poderá ser feita mediante símbolos apropriados. Para a elaboração das figuras, sugerimos a utilização do editor de gráficos do Microsoft Word ou do Excel de modo a facilitar a diagramação do texto e não gerar arquivos .pdf muito “pesados”.

b) Fotografias ou desenhos deverão estar no formato.JPG. Atente para o fato de que fotografias ou desenhos coloridos podem resultar em arquivos mais “pesados”.

c) Deixar uma linha em branco antes e depois das molduras das figuras. Digitar o título na linha imediatamente abaixo da moldura. O título conterá o texto Figura 1 (ou Figura 2) apenas com a primeira letra em maiúsculas, fonte Times New Roman, normal, tamanho 10. Deixar dois espaços em branco e digitar o título da figura nessa mesma fonte e tamanho, em minúsculas, empregando o recuo da régua do MSWord, para que as margens das linhas subseqüentes coincidam com o início do título.

1.6.2. Tabelas – Tabelas - Prepará-las por meio do menu Tabela do MSWord, autoformatadas na opção Simples 1, com linhas de cor preta e centralizadas na página (no menu Tabela escolher a opção Tamanho de Célula ... Linha Centralizado);

a) Digitar o texto na fonte Times New Roman, normal, tamanho 10 ou 12. Deixar uma linha em branco antes e depois da tabela. Digitar o título na linha imediatamente superior à tabela. Escrever o texto Tabela 1 (ou Tabela 2) na fonte Times New Roman, normal, tamanho 10 ou 12. Numerar as tabelas seqüencialmente em algarismos arábicos, fazendo-se a sua devida referência no texto;

b) O material tabulado deverá ser o mínimo necessário: incluir somente dados essenciais à compreensão do texto. Descrever adequadamente as abreviações de cada tabela no título ou em nota de rodapé, referenciadas por letras sobrescritas (a, b, c, etc.). Manter as notas descritivas dentro de um mínimo necessário. Colocar as unidades de medida nos cabeçalhos das colunas.

1.7. Formatação do texto – Formato em papel A4 (210 x 297 mm), Fonte Times New Roman 12, normal, espaçamento simples; margens superior, inferior, esquerda e direita de 3,5; 2,5; 3,5 e 2,5, respectivamente. Têm que conter 4 (quatro) páginas, numeradas sequencialmente, no canto inferior direito.

2. Estrutura do resumo expandido

2.1. Geral – O resumo deve ser dividido em seções, em negrito, na seguinte ordem: Título, Resumo, Palavras-Chave, Title, Abstract, Keywords, Introdução, Material e Métodos, Resultados e Discussão, Conclusões, Agradecimento (opcional) e Literatura Citada.

2.2. Título e Title – Devem ser precisos e informativos. Devem conter, no máximo, 250 caracteres (incluindo espaços). Digitá-los em negrito e centralizado. Os títulos não devem conter ponto final.

Quando necessário, indicar a entidade financiadora da pesquisa como primeira chamada numerada, ao final do título. Deixar uma linha em branco após o título.

2.3. Autores – Listar até seis autores. A primeira letra de cada nome/sobrenome deve ser maiúscula. Devem ser listados com o nome completo (Ex.: Fulano Beltrano da Silva). Os nomes dos autores deverão ser separados por vírgula, centralizado e em negrito, com chamadas de rodapé numeradas e em sobrescrito. Informar o endereço eletrônico somente do responsável pelo artigo. Incluir as afiliações, mediante chamadas numeradas sequencialmente, em algarismos arábicos, após o último sobrenome de cada autor. Deixar uma linha em branco após os autores.

2.4. Afiliações – Devem ser escritas na fonte Times New Roman, tamanho 8. Serão incluídas, logo após os autores, e deverão obedecer a mesma seqüência das chamadas feitas nos nomes dos autores. Poderá conter o respectivo cargo e endereço de cada um dos autores. Incluir uma afiliação por linha, sendo aceitas, no máximo, oito. Deixar uma linha em branco após as afiliações.

2.5. Resumo e Abstract – Cada um devem conter, no máximo, 1.500 caracteres (incluindo espaços). Redigir o resumo e abstract de forma direta e, preferencialmente, no pretérito perfeito. Devem ser informativos, com cerca de 1/3 do texto referindo-se a introdução e material e métodos e os 2/3 restantes a resultados e conclusões, sem equações, citação bibliográfica e abreviação não definida. É importante apresentar os resultados principais, nomear toda técnica nova, incluir conceitos novos, conclusões e/ou recomendações práticas, caso pertinente. O texto deve ser justificado e digitado em parágrafo único com espaçamento simples começando por Resumo: (ou Abstract:), seguido de dois pontos, iniciado junto à margem esquerda.

2.6. Palavras-chave e Keywords – Registrar até seis palavras-chave e keywords. Devem ser apresentadas em ordem alfabética, separadas por vírgulas, no respectivo idioma, após o Resumo e o Abstract. Digitá-las em letras minúsculas, com alinhamento justificado. Não devem conter ponto final. Os termos devem permitir a recuperação do trabalho num banco de dados da área pertinente. Não utilizar termos citados no título, pois estes serão automaticamente indexados. Deixar uma linha em branco após Palavras-chave e Keywords.

2.7. Texto Principal – Observar os seguintes aspectos em cada seção:

• Introdução – O título deste tópico deve estar em negrito e centralizado. Não deixar linha separando o título do texto. Iniciar o texto deixando recuo de 1,0 cm da margem esquerda. Apresentar um rápido histórico do tema, evidenciando o problema que foi pesquisado. Depois de enfatizar os motivos da pesquisa, terminar a seção apresentando os objetivos do trabalho. Deixar uma linha em branco após a introdução.

• Material e Métodos – O título deste tópico deve estar em negrito e centralizado. Não deixar linha separando o título do texto. Iniciar o texto deixando recuo de 1,0 cm da margem esquerda. Na elaboração deste item, deverá ser dada maior ênfase na descrição da metodologia empregada. Deixar uma linha em branco após o item material e métodos.

• Resultados e Discussão – O título deste tópico deve estar em negrito e centralizado. Não deixar linha separando o título do texto. Iniciar o texto deixando recuo de 1,0 cm da margem esquerda. Destacar os principais resultados, fazendo as chamadas pertinentes para Tabelas ou Figuras e para as citações bibliográficas. Tabelas e Figuras deverão ser inseridas, seqüencialmente, no texto. Deixar uma linha em branco após o item resultados. Evitar abreviações não consagradas como, por exemplo: "a produção no T3 foi maior que no T4, não diferindo do T5 e T6". Quando apropriado, apresentar análise estatística dos dados. Analisar criticamente os resultados ante o conhecimento atual, evitar excesso de comparações com a literatura. Caso seja pertinente, apontar as áreas onde, após a realização do trabalho, o conhecimento permanece limitado, apresentando, então, sugestões para trabalhos futuros.

• Conclusões – O título deste tópico deve estar em negrito e centralizado. Não deixar linha separando o título do texto. Iniciar o texto deixando recuo de 1,0 cm da margem esquerda. Apresentar as principais conclusões em frases curtas, separadas por parágrafos. Não usar esta seção para sumarizar os resultados (o que já foi feito no Resumo), mas destacar o progresso e as aplicações que o trabalho propicia. Enfatizar as limitações que persistem, apresentando, sempre que apropriado, sugestões para trabalhos futuros. Deixar uma linha em branco após o item conclusões.

• Agradecimentos (opcional) – Este tópico é optativo. O título deste tópico deve estar em negrito e centralizado. Não deixar linha separando o título do texto. Iniciar o texto deixando recuo de 1,0 cm da margem esquerda. Apresentar os principais agradecimentos.

• Literatura citada – São adotadas as normas ABNT-NBR-6023 – agosto de 2002. Seguindo o modelo abaixo.

AARON, S. Some statistics on limited natural resources. 2005. In: Http://scotaaron.com/resources2.html (acessado em 31 de Julho de 2006).

ANGUS, J.F. Modeling N fertilization requirements for crops and pasture. In: BACON, P.E. (Ed.) Nitrogen fertilization in the environment.New York: Marcel Dekker inc., 1995. p.109-127.

BIOTECHNOLOGY AND BIOLOGICAL SCIENCES RESEARCH COUNCIL. Responses in the yield of milk constituents to the intake of nutrients by dairy cows.Wallingford, UK: CAB International, 1998. 96p.

GUIMARÃES, G.; LANA, R.P.; GUIMARÃES, A.V. et al. Sustentabilidade da agricultura familiar na produção de leite. In: 10º Minas Leite, 2008, Juiz de Fora-MG. Anais... Juiz de Fora: EMBRAPA, 2008. CD-ROM.

LANA, R.P.; ABREU, D.C.; CASTRO, P.F.C. et al. Milk production as a function of energy and protein sources supplementation follows the saturation kinetics typical of enzyme systems. In: 2nd INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON ENERGY AND PROTEIN METABOLISM AND NUTRITION, 2007, Vichy. Proceedings... Vichy, França: European Association for Animal Production, 2007a.

LANA, R.P.; GOES, R.H.T.B.; MOREIRA, L.M. et al. Application of Lineweaver-Burk data transformation to explain animal and plant performance as a function of nutrient supply. Livestock Production Science, v.98, p.219-224, 2005.

3. Observação final

Os trabalhos NÃO SERÃO DEVOLVIDOS aos autores para correções, portanto recomenda-se que os autores submetam os seus trabalhos à revisão gramatical antes de serem enviados para inscrição.

Os pareceres da Comissão Científica serão proferidos, inapelavelmente, contemplando-se as seguintes condições:

1. Aprovado;

2. Reprovado.a) A comissão científica é soberana no direito de selecionar, avaliar, aceitar ou recusar trabalhos para apresentação;

b) Situações que não estejam previstas no presente regulamento serão resolvidas pela Comissão Científica do Simpósio de Meio Ambiente  2017.

c) Todos os participantes devem aderir a essas normas.